A história da armadura medieval

Atualizado: 20 de mai. de 2020

O cavaleiro em armadura é provavelmente o ícone mais reconhecido por entusiastas medievais, e também o mais incompreendido. Todos já escutamos sobre armaduras de 100kg e espadas pesadíssimas, mas as coisas não eram bem assim. Existem muitas discrepâncias entre as histórias populares e aquilo que realmente no estudo histórico.

Vamos apresentar aqui uma breve história da armadura medieval, seus usos e sua evolução, focando no período do século XIII ao século XVI. Começamos com um pouco de contexto!

 

Armadura se define como uma cobertura protetora que é usada para prevenir que dano seja infligido em um objeto, individuo ou veículo, por armas de contato direto ou por projéteis. Aqui vamos focar em armaduras pessoais.

O termo surge em 1297 para denominar cotas de malha, ou mais genericamente “uma cobertura defensiva que protege em combate”, com raízes no francês antigo armure, que vem do latim armatura e armare, que significam literalmente “equipamento” ou “armas”. Isso nos ajuda a enxergar sua denominação quase exclusivamente militar.

Armaduras já eram usadas muito antes do termo surgir, sendo feitas de vários materiais: de couros a tecidos, evoluíram para cotas de malha e para placas de metal.



Por grande parte da história militar, a manufatura de armaduras pessoais compostas de metal orientou o desenvolvimento da tecnologia e as aplicações das armaduras em si. Armaduras de metal influenciaram o surgimento de muitas tecnologias importantes no mundo antigo, incluindo laminação de madeira, mineração, refinamento de metais, processamento de couro e posteriormente, trabalhos decorativos de metal. Todo o conceito e evolução da armadura foi o fator singular mais influente no desenvolvimento de armas de fogo, que, por sua vez, revolucionaram a guerra.

 

É preciso entender que armaduras precisaram de fatores significantes para seu desenvolvimento, como avanços econômicos e tecnológicos e contextos culturais.

Este foi o primeiro post de uma série feita pelo grupo de estudos em armaduras da Praeliator. Vocês gostariam de ver mais? Quais são as suas curiosidades sobre essas peças históricas?

866 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo