Os Três Mandamentos

Atualizado: 21 de fev.

Imagine o seguinte cenário: fechamos 20 pessoas dentro de uma sala, as deixamos lá experimentando técnicas de esgrima e lutando com espadas umas com as outras por 20 anos. Que condições precisaríamos criar a fim de que, ao saírem de lá, elas tenham criado técnicas de esgrima próximas às presentes nos tratados históricos, em que as pessoas lutavam de verdade?

Ou seja,

Como criamos uma esgrima autêntica?



Essa é a pergunta que fazemos para construir nossa Autenticidade - um dos valores da Praeliator. Como praticar, hoje, uma arte que se assemelhe àquela praticada há quatro ou cinco séculos? Para isso, seguimos três mandamentos. São eles:


Devidas Armas

Devemos sempre utilizar equipamentos de treino, simuladores, que se aproximem ao máximo às espadas e armas reais. Para isso, elas devem ter as medidas, peso, equilíbrio e material semelhante às históricas. É interessante, também, visitar museus e, se possível, manusear equipamentos históricos, para entender a arma de estudo, pois esta é a nossa primeira professora da arte.


Devido Respeito

Devemos respeitar a arma e tratá-la como sendo afiada e mortal. Entender quais partes da espada causam dano e o quanto de força/energia é necessário para causar dano. Não devemos considerá-la meramente como uma ferramenta para marcar pontos, pois se assim fizermos, estaremos criando uma arte totalmente diferente.


Devido Contexto

Também é imprescindível entender os diferentes contextos em que os encontros ocorriam, pois o ambiente físico alterava como a arte era aplicada. Os mestres de armas italianos esperavam que as técnicas de esgrima que eles ensinavam fossem postas à prova na salle, na defesa pessoal improvisada, no campo de batalha e no "campo de honra" dos duelos. Para cada caso, eles advogavam ajustes nas táticas; e estes ajustes eram feitos dentro da mesma arte. Podemos adicionar à lista os ambientes de torneio, históricos ou modernos, a introspectiva prática solo, e outros.


Sendo assim, devemos simular ou criar o máximo de contextos possíveis desses que fazem parte da tradição histórica. Isso nos força a agir sob diferentes circunstâncias em que só as técnicas corretas para aquele contexto serão mais bem-sucedidas. O contexto também nos faz avaliar quais técnicas não fazem sentido para aquela situação.


Contexto Social

Outro fator importante de se considerar é o contexto social em que a arte será aplicada. Antonio Manciolino, mestre dos anos 1500, diz que um homem valente nunca recua para se defender. Isso nos faz pensar sobre a pressão social que existia para não parecer um covarde durante um combate. Imagine, morrer pela espada do oponente seria um desfecho menos doloroso do que recuar e morrer pela espada do escárnio social. Logo, é importante reconhecer o quão forte esse ambiente social é construído e como ele molda e define a arte a ser praticada.


Exercícios


Devidas Armas

  • Pesquise sobre a tipologia Oakeshott. Escolha um tipo de espada de seu interesse, e pesquise sobre exemplares históricos deste modelo. Veja suas medidas, peso, e toda informação que você conseguir colher sobre ela.

  • Procure sobre armas modernas construídas para treino. Escolha um modelo, então veja suas medidas, peso e outras informações.

  • Por último, faça o mesmo com o seu equipamento de treino. Pegue sua espada, meça, pese, veja onde é o ponto de equilíbrio, etc.

Devido Respeito

  • Escolha uma arma diferente da que você está acostumado a praticar. Se você pratica espada longa, pesquise sobre a rapieira, ou sobre a alabarda.

  • Pesquise como estas armas eram utilizadas para causar dano em combate. Quais suas partes letais? Quais suas partes não letais? Como elas geram potência? Qual a multiplicação de força envolvida na arma?

  • Tente criar um simulador de treino para esta arma. Não precisa ser perfeito, apenas explore o processo de criar uma waster simples para a arma de estudo. Marque as partes letais do seu protótipo. Então explore o combate com sua waster.

Devido Contexto

  • Convide um colega para praticar com você. Explorem o combate com as wasters.

  • Explore como as armas se comportariam em diferentes ambientes de combate: sala, defesa pessoal, campo de batalha, duelo, torneio.

  • Pesquise como cada arma se comporta de forma diferente e anote os pontos fortes e fracos das armas de estudo em cada contexto.

Deixe nos comentários como é a sua waster e equipamento de treino. Quais as especificações dela, como comprimento, peso, ponto de equilíbrio? Ela é baseada em algum modelo histórico? Como é este modelo?

77 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo